arrow-right cart chevron-down chevron-left chevron-right chevron-up close menu minus play plus search share user email pinterest facebook instagram snapchat tumblr twitter vimeo youtube subscribe dogecoin dwolla forbrugsforeningen litecoin amazon_payments american_express bitcoin cirrus discover fancy interac jcb master paypal stripe visa diners_club dankort maestro trash

Shopping Cart



&Blog

#1 Brands We Care - The Therapist


Curae_TheTherapist_Plants_Food


Dedicamos este artigo ao The Therapist, com quem criámos recentemente um ritual de autocuidado: o Spring Morning Bundle.

Acreditamos mutuamente na influência positiva dos alimentos e das plantas para o nosso bem-estar interior e foi rápido que percebemos que, ao somar as boas energias das duas marcas, poderíamos criar algo mágico!

Neste artigo, a Joana, fundadora do The Therapist, em parceria com Sumeya Osman, nutricionista funcional, fala-nos de 5 alimentos que levam à nossa boa disposição!

 

---

Quando a Curae nos desafiou para escrevermos este texto, soubemos que queríamos falar sobre alimentos que nos trazem uma sensação de bem-estar, calma e serenidade, que também encontramos nas plantas.

Assim, deixamos aqui 5 alimentos que contribuem para a boa disposição:

Peixes gordos como o salmão, a sardinha e a cavala - pelo seu teor em omega-3, altamente anti-inflamatório, vitaminas do complexo B, vitamina D e colina, fundamentais para um sistema nervoso saudável.

Sementes e oleaginosas como as amêndoas e as sementes de abóbora e girassol, ricas em magnésio, vitaminas do complexo B e triptofano.

Lentilhas - ricas em fibra que ajuda na regulação da glicemia, proteínas, folato e vitamina B6, associada à produção de serotonina.

Cacau - rico em antioxidantes que participam na redução da inflamação, magnésio que ajuda no relaxamento e ainda conhecido pela sua capacidade de estimular a produção de endorfinas. - Ashwagandha - este potente adaptogéneo conhecido pela sua capacidade de auxiliar na gestão de stress e participar na redução da ansiedade e depressão.

 

É importante referir sobre este tema que, quando falamos em alimentação e disposição, há que pensar em variáveis como a glicemia (nível de açúcar no sangue), o estado de hidratação, e a produção de serotonina - o neurotransmissor associado à boa disposição e que atua ao nível do sistema nervoso. 

Manter níveis de glicemia equilibrados e evitar grandes picos e consequentes grandes descidas dos níveis de açúcar no sangue é fundamental para evitar a tão conhecida irritabilidade associada à fome. Isto faz-se evitando longos períodos sem comer, e consumindo pequenas porções moderadas de hidratos de carbono complexos (cereais integrais, leguminosas, frutas) ao longo do dia. 

Um bom estado de hidratação garante-nos melhor bem-estar geral, melhor capacidade de concentração e atenção. 

A serotonina, é um neurotransmissor produzido maioritariamente no intestino. A sua correcta produção está dependente da ingestão adequada de nutrientes como o triptofano (presente em carne e peixe, soja, sementes de abóbora) e de uma microbiota intestinal saudável e equilibrada. Por isso, para manter uma vida equilibrada e com boa disposição, nada como ter as plantas certas em casa e os alimentos certos na dispensa!

 

 Artigo escrito por Joana Teixeira, fundadora do The Therapist (www.thetherapist.pt) em parceria com Sumeya Osman, nutricionista funcional, 2741N - Ordem dos Nutricionistas.